terça-feira, 18 de abril de 2017

São Paulo, a Metrópole!

São Paulo, a Metrópole!

Obra do G2 
"a Street Art suaviza a convivência nas metrópoles ao trazer um colorido todo especial, difícil de ser ignorado em meio a pressa dos grandes centros urbanos" Das Ruas para as telas! 

terça-feira, 28 de março de 2017

Filha e neto da Secretária Marta Guerra no encarte da revista Natura deste mês.

Filha e neto da Secretária Marta Guerra no encarte da revista Natura deste mês.


Anna Guerra, satisfeita com o resultado do trabalho para a revista, disse que o mais importante do destaque, foi o incentivo a adoção.

 A revista de cosméticos Natura deste mês, que começou a circular há poucos dias, trás o especial de dia das mães, e no encarte, a artista plástica Anna Guerra e seu filho Matheus, filha e neto da ex-vice prefeita de Carpina e hoje secretária de ação social da cidade, Marta Guerra, e de seu esposo Joaquim Guerra..
A revista na página 32 conta um pequeno resumo da história de mãe e filho.







ANNA GUERRA E CERVEJA3 DA DADIVA CERVEJARIA- DÁDIVA COMEMORA ANIVERSÁRIO


DÁDIVA COMEMORA ANIVERSÁRIO
Para a ocasião, a cervejaria apresentará em primeira mão sua edição comemorativa Dádiva 3 engatada em torneiras para consumo de chope no local e abastecimento de growler, ao lado de alguns de seus best sellers, como Dádiva Premium Lager, Dádiva Venice Beach e a colaborativa Pink Lemonade – parceria com a 2Cabeças, e os lançamentos 2017 Dádiva Sourdade e Dádiva Carmel Beach.
Apostando em harmoniosas combinações gastronômicas, o evento contará com delícias da Máfia do Brownie e opções de cardápio variado do Cateto – Beber & Comer Artesanal, com tainha curada e finalizada na churrasqueira, legumes confitados sobre base de pão de fermentação natural, risoto de pato com queijo da Canastra, focaccia de polvo com chorizo espanhol, sanduiche de lombo de cordeiro defumado com chimichurri de hortelã e torta de abóbora com queijo, banana e mel.
Dentre as atrações da festa, ainda tem muito folk, country, blues, traditional jazz e dixieland da Família Bonagente, exposição da pernambucana Anna Guerra, colaboradora artística no rótulo da cerveja ELA e convidada especial da Dádiva para pintar uma tela comemorativa aos 3 anos da cervejaria, Flash Day de Tattoo e lançamento oficial da nova coleção de t-shirts da The Siamese Ateliê.
A Cervejaria Dádiva fica localizada em Várzea paulista, entre as Serras do Cristal e do Japi. Para chegar ao local, o caminho mais fácil é digitar Cervejaria Dádiva no Waze. Para mais informações, ligue (11) 94316-1718 ou acesse @cervejariadadiva nas redes sociais.
FONTE:http://www.botecoecerveja.com.br/

terça-feira, 21 de março de 2017

ANNA GUERRA - PAUL KLEE E O EXPRESSIONISMO



“Anna traz da Cultura Popular Nordestina não somente a Inspiração, mas também - (tão bem!) uma nova ferramenta de olhar. Pássaros ou Peixes das lagoas de Porto das Galinhas, Lampiões de Maracatu, Bonecas das Feiras....Tudo isso ou nada disso, Paul Klee emerge - como lição de Olhar e Ver. Nada de friezas nórdicas ou helvéticas, Pulsações...” (Adão Pinheiro).

Anna GUERRA só pinta aquilo que lhe toca a alma e essa é uma forma de garantir emoção no conteúdo da tela. "Mais do que o próprio desenho que tece e conclui a substância formal da imagem, nos seus quadros deve- se relevar a natureza vibrante de seu cromatismo e sua precisa medida de timbre. A cor, portanto, não é um aparato determinado pela emoção interior, mas sobretudo, uma conotação da dimensão humana e da natureza nordestina da pintura." Temos que acatar a sua paixão pelo Nordeste como um privilégio de nossa parte. E usufruir do talento com que somos brindados por essa mulher que tem nos pincéis uma arma poderosa em defesa de nossa terra e nossa gente.
As cores são sempre harmoniosas e predominam os tons pastéis e formas bem definidas mas isso pode mudar de acordo com o momento de vida. E há um recado e uma idéia em cada quadro, que ela tenta transmitir com figuras simbólicas como mulatas de cabelos vermelhos. A vontade é mostrar a força da mulher nordestina, sua determinação e garra, a luta com um mundo nem sempre hospitaleiro e muitas vezes claramente hostil. Anna se envolve com esses personagens e transmite para eles a sua personalidade combativa e determinada. A ausência de olhos em alguns quadros representa uma valorização das emoções que chegam de dentro. O importante é a força interior. 

terça-feira, 14 de março de 2017

RETRATOS URBANOS -ANNA GUERRA E KIKA GOLDSTEIN


RETRATOS URBANOS


SOCIAL

Exposição Kika Goldstein e Anna Guerra

O restaurante Madison Square, localizado na R. Amauri, armou um coquetel com Kika Goldstein e Anna Guerra para a abertura da exposição “Retalhos Urbanos”.
O vernissage realizado no último sábado, 19/11, contou com a presença de Adriana Colin, Laura Wie, Maria João, Dan Mabe, Chantal Cantador, Cláudio Possani, Luis Maida, Flora Hein, dentre outros convidados.
Num total de 14 telas em diversos tamanhos, a exposição apresenta quadros representativos das expressões costuradas pelas artistas, como a obra “São Paulo que nos Acolhe”, no valor de R$ 42.000,00. Todos os quadros estão à venda e ficam expostos até o final do ano.
 Crédito: DANIEL CANCINI
Mostra “Retratos Urbanos”

OBRA PRIMA- PRIMA VERA, PINTANDO COM ANNA GUERRA


 OBRA PRIMA- PRIMA VERA























EM ALGUM LUGAR DO PASSADO


EM ALGUM LUGAR DO PASSADO- VENEZA POR ANNA GUERRA

MEUS CAMINHOS ANNA GUERRA

PINTAR FOI UMA ESCOLHA, criar imagens sem um significado fixo e determinado apresentado ambiguidade de interpretações, ao mesmo tempo objetiva e clara, mesmo que as vezes imprecisa. Imagens que inquietam ou satisfaçam, que aguçam e alegram ou simplesmente calam.
Imagens que falam.
Uma profissão um tanto conflitante. Não sabia que estava prestes a mergulhar num mundo imaginário de desejos. Um mundo construído através de reações emocionais em resposta a modificações do meio.
A partir de componentes racionais e emocionais integrados a escolha das cores e estudo de formas, sem esquecer de harmonizar todos estes elementos com o AMOR. Foi preciso rasgar a roupa da alma e acordar os meus desejos mais íntimos, cobri -los com cobertor de cores, para ser o que eu desejo ser, num mundo de sinais, de regras. O que parecia simples tonou-se de tal complexidade que palavras só não bastaram, a necessidade de gritar calada, impulsionou a minha escolha, e através da pintura Interpreto a realidade, atravesso o inconsciente e compartilho os meus sentimentos mais puros.
Um dia eu escolhi você, alguém que me permitisse ser quem realmente sou, uma pessoa especial que me traz alegria e liberdade, mas sem esquecer da segurança e do conforto como no meu mundo imaginário. Alguém que me inquieta e me satisfaça, que me aguça e me faz calar. Por vezes apresentando ambiguidade de pensamentos, objetivo e claro mesmo que impreciso.
Não sabia que estava prestes a mergulhar num mundo imaginário de anseios reais, construído através de fortes emoções, em resposta as modificações do meio.
Foi preciso rasgar a roupa da alma e acordar os meus desejos mais íntimos, te cobrir com um cobertor de cores e não te deixar passar frio, tentar te compreender e atingir novas metas .
O que parecia simples tonou-se de tal complexidade que palavras só não bastaram, a necessidade de gritar calada, impulsionou a minha escolha, atravessei o inconsciente e compartilhei os meus sentimentos mais puros para descobrir que AMAR VOCÊ é a minha melhor OBRA DE ARTE!